Colágeno – O que ele faz pelo cabelo?

COMPARTILHE AGORA MESMO
Colágeno – O que ele faz pelo cabelo?
Avalie este post

Quando pensamos em colágeno, a primeira coisa que vem à nossa mente são os benefícios que a substância traz para a pele. Nos muitos anúncios divulgados ouvimos falar sempre que o colágeno ajuda a deixar a pele mais firme, mais elástica, sem rugas e hidratada.

Mas, e os cabelos? Existe algum benefício que a reposição do colágeno traga para os fios? Se sim, o que o colágenoa é capaz de fazer aos cabelos e como conquistar esses efeitos?

Se você tem dúvidas sobre esse ponto e gostaria de realmente entender o papel do colágeno para os cabelos, então esse texto é para você. Aqui vamos mostrar exatamente o que essa proteína pode fazer para os seus cabelos e porque você precisa ter um bom nível de colágeno no corpo.

O que é o colágeno?

O colágeno é uma das proteínas mais importantes já produzidas pelo corpo ao longo de toda a nossa vida. Essa substância está presente em diversas estruturas do organismo. Além das células da pele, encontramos colágeno nos tendões, articulações, músculos, unhas e também nos cabelos.

Sim, você não leu ou entendeu errado. O colágeno está presente também em nossos cabelos e seu papel é o de manter as células dessas estruturas unidas, como uma espécie de cola. Ele é tão importante para a sustentação de tais organismos que podemos encontrar colágeno em até 30% de nosso corpo.

Como é uma proteína, o colágeno é produzido por nosso corpo, que o fabrica a todo vapor enquanto estamos vivendo o auge de nossa juventude, período que vai até meados dos 25 anos.

Depois dessa fase, a produção do colágeno começa a decair, 1% a cada ano, e os sinais de que envelhecemos começam a aparecer na pele. Mas, nos cabelos, esses sinais podem aparecer muito antes.

Sinais da falta de colágeno nos cabelos

Quando os níveis de colágeno no organismo começam a decair, os cabelos sentem esse efeito. Um primeiro sinal de que algo não vai bem é a queda excessiva dos fios. Afinal, como dissemos, o colágeno é a cola que mantém tudo no lugar.

Colágeno em falta se reflete também no brilho dos cabelos, que ficam opacos e sem vida. Além disso, os cabelos, nessa situação, costumam ficar muito secos, já que perdem boa parte da hidratação vinda do colágeno.

Quais os benefícios do colágeno para os cabelos?

O colágeno não é apenas uma cola que mantém as estruturas corporais unidas. Ele contém, dentro de si, inúmeras substâncias que ajudam a dar elasticidade e força aos cabelos. Ali podemos encontrar aminoácidos, prolina, glicina, arginina e hidroxiprolina.

Essa combinação, quando em níveis saudáveis, deixa os cabelos com aparência jovem, brilhantes e estimulam seu crescimento saudável. Nos fios, o colágeno atua junto com a elastina, dando forma e firmeza às fibras capilares, enquanto a elastina é responsável por dar a elasticidade, a resistência e a flexibilidade a que estamos acostumados.

Outra substância que costuma atuar em conjunto com o colágeno para fortalecer os cabelos é a queratina, presente na estrutura capilar. Esses dois elementos protegem os fios dos danos provocados por produtos ou procedimentos químicos. Como se sabe, descolorações, colorações, alisamentos e relaxamentos podem danificar os cabelos, deixando-os ressecados, quebradiços e excessivamente elásticos.

Além disso, o colágeno forma uma película de proteção ao redor dos cabelos, permitindo que estes permaneçam hidratados por muito mais tempo, deixando-os brilhantes, macios e ajudando ainda a reter água nos cabelos. O colágeno protege, também, dos efeitos nocivos do sol.

Como repor o colágeno para manter os fios sempre jovens?

Como sabemos, a partir dos 25 anos, nosso corpo começa a produzir menos colágeno, reflexo do envelhecimento natural. Por isso, nesta fase da vida, é importante começar a suplementação de colágeno, para manter seus níveis no organismo sempre equilibrados.

Uma boa alternativa para isso é o uso do colágeno hidrolisado, um produto extraído da proteína animal. Para que seja sintetizado pelo corpo e absorvido pelos cabelos, o colágeno sofre o processo de hidrólise, ou seja, ele recebe uma partícula de água que o torna solúvel.

Rico nas muitas substâncias que citamos há pouco (aminoácidos, prolina, glicina, arginina e hidroxiprolina), o colágeno trabalha junto com a elastina, trazendo todos aqueles benefícios a que nos referimos no tópico anterior.

Alimentação

Uma maneira interessante de garantir que os níveis de colágeno em seu organismo estejam sempre dentro da normalidade é fazer uma boa alimentação. Por isso, em sua dieta não podem faltar itens como carnes, ovos e gelatina.

Sim, para repor os níveis de colágeno utilizando a forma hidrolisada, um bom alimento é a gelatina. Aqui, o produto pode ser combinado com máscaras reconstrutoras ou queratina. Prefira sempre a gelatina sem sabor.

Quem acha esse tipo de reposição muito complexo, pode optar por produtos que podem ser ingeridos, como os suplementos ou, ainda, produtos capilares que já contam com níveis a mais de colágeno.

Como prevenir a perda de colágeno

Além do envelhecimento, que reduz naturalmente os níveis de colágeno em nosso corpo, existem alguns fatores externos que aceleram esse processo. Por exemplo, os produtos químicos presentes no cigarro, como a nicotina, comprometem os níveis de colágeno no corpo.

O mesmo pode ser dito dos raios ultravioletas. O excesso de sol danifica as fibras capilares e quebram as proteínas, alternando assim as taxas de produção natural do colágeno.

Por isso, além de fazer a suplementação correta, é importante adotar hábitos saudáveis, como não fumar e usar sempre um protetor solar para os cabelos.

 

 

 

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *